PAPADA TEM SOLUÇÃO

Muitas mulheres se incomodam com aquele excesso de gordura no pescoço conhecido também como “papada”. Incomodo esse que não atinge só o sexo feminino, pois muitos homens buscam uma solução desesperada para essa situação principalmente meses antes do casamento, em que o traje formal (camisa e gravata) entra em desacordo com o pescoço.
O acumulo de gordura cervical é um importante fator para perda de definição do ângulo cérvico-facial e esta condição está fortemente ligada à fatores genéticos e de estilo de vida como alimentação, sedentarismo e obesidade, independentemente da idade.
Para sorte das mulheres e dos trajes sociais masculinos, a “papada” tem solução e pode ser resolvida com um procedimento chamado: lipoaspiração cervical.
O procedimento é simples rápido e seguro quando realizado por profissional qualificado e em local adequado. O período de recuperação é rápido e em alguns dias o paciente pode retornar as atividades diárias.
Vale ressaltar que quando o excesso de gordura cervical está associado á importante flacidez cutânea decorrente do processo de envelhecimento, a lipoaspiração cervical não é suficiente para o tratamento. Nesses casos o mais indicado é um mini lifting facial.

O QUE HÁ DE MAIS MODERNO EM CIRURGIA DE FACE

A Ritidoplastia ou lifting facial é a cirurgia responsável pelo tratamento do 1/3 médio e inferior da face, incluindo o pescoço. Com o passar do tempo não só a pele, mas sim todos os tecidos da face sofrem os efeitos do envelhecimento.

Cirurgia que até pouco tempo atrás consistia na tração de pele deixando estigmas inaceitáveis, como cicatrizes aparentes, costeleta alta, pinçamento do lóbulo da orelha, e o rosto tipicamente esticado, não pode mais fazer parte do nosso dia-a-dia.

O conceito atual da cirurgia de face pode ser traduzido em “Cirurgia de contorno facial”. A Ritidoplastia com reposicionamento do SMAS (Sistema músculo aponeorótico superficial) é atualmente a técnica mais refinada de cirurgia de face. Através dela todos os estigmas citados anteriormente deixam de existir, gerando um resultado muito mais agradável duradouro e natural.

Nesta técnica não há tração excessiva da pele. Com o reposicionamento do SMAS, a retirada do excesso de pele torna-se um processo natural, gerando menos tensão na cicatriz, fator primordial para uma cirurgia sem marcas.